Alencar disse que decisão de Lula de não ir a debate foi de "ordem pessoal"

O presidente Luiz Inácio Lula Silva chegou a São Bernardo do Campo, por volta das 21h, e foi para a praça Giovani Breda, no bairro Assunção, onde realizará o comício de encerramento de sua campanha pela reeleição. Lula é aguardado por cerca de 4 mil pessoas. No palanque, os ministros do Trabalho, Luiz Marinho; das Cidades, Marcio Fortes; do Turismo, Valfrido Mares Guia; e da Educação, Paulo Haddad, além do vice-presidente José Alencar, esperam o presidente Lula.Alencar disse que a decisão de não ir ao debate de hoje à noite, na TV Globo, foi de ordem pessoal do presidente Lula. O vice-presidente afirmou que, se Lula fosse, venceria o debate. Mas ressaltou: "Isso não significa que eu acho que ele deveria ir. Só acho que se ele fosse, venceria o debate".Completam a relação de expressões partidárias, o candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, e o senador Eduardo Suplicy, também candidato à reeleição. Também comparecem ao evento políticos envolvidos no escândalo do mensalão, como os deputados Professor Luizinho e José Mentor. A ausência mais notada é a do presidente do PT e ex-coordenador de campanha de Lula, Ricardo Berzoini.Antecedendo a chegada do presidente da República, um telão apresentou um vídeo gravado por Lula ao lado da primeira dama Marisa Letícia, o mesmo utilizado no horário eleitoral na tarde de hoje, em que o presidente lista o que considera os grandes feitos de sua administração nas áreas econômica e social e admite "ter cometido alguns erros".Antes da apresentação do vídeo, o público cantava o jingle da campanha pela reeleição "É Lula de novo com a força do povo", mas quando a apresentação do filme foi iniciada, a platéia concentrou toda atenção aos telões e deixou de agitar até mesmo as inúmeras bandeiras do vermelhas do PT e dos candidatos do partido ao Poder Legislativo.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 21h07

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.