Alencar diz que Lula mandou FMI para casa

O vice-presidente da republica José Alencar afirmou nesta terça-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "mandou o FMI (Fundo Monetário Internacional) para casa", numa referência ao pagamento da dívida que o Brasil mantinha com a instituição.Segundo Alencar, o gesto enalteceu a "respeitabilidade nacional". Ele ressaltou que o Brasil pagou sua divida com o FMI de forma antecipada e, em sua avaliação, "isso é uma coisa que deu condições excepcionais de independência".O vice-presidente disse que os brasileiros ficavam indignados com a visita de técnicos do FMI ao país para dizer "o que podemos ou não fazer". Ele lembrou que o mesmo foi feito com a relação à dívida com o Clube de Paris.Em entrevista ao chegar a um hotel no centro de Porto Alegre, Alencar também fez referência as taxas de juros. Ele citou que a taxa básica estava em 25% no começo do governo Lula, em 2003, e agora está em 14,25%, o que significa uma queda de 43% que "foi um colosso", na avaliação de Alencar."Porém, elas ainda são altas e vão continuar caindo", previu Alencar que teve uma reunião com sindicalistas, entidades sociais e líderes partidários. Ainda nesta terça-feira, o vice-presidente tem um encontro com empresários na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), em Por Alegre, e depois segue para Gravataí na região metropolitana da capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.