Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Alencar espera que Dilma seja ''autêntica, dedicada e brava''

Em entrevista à Rádio Eldorado, vice de Lula, que não pôde comparecer à posse, diz que viu[br]tudo pela televisão

, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2011 | 00h00

A contragosto, o ex-vice-presidente José Alencar teve de acompanhar a posse de Dilma Rousseff pela TV. No início da tarde, os médicos chegaram a estudar a possibilidade liberá-lo. Mas ele decidiu acatar a recomendação médica e permanecer no hospital. Mais tarde, ele conversou com a reportagem da Rádio Eldorado.

O senhor acompanhou toda a posse pela televisão?

Acompanhei. Foi uma cerimônia belíssima. Demonstra o clima de paz, clima de segurança e de esperança que tomou conta do Brasil. Eu não pude ir, fui proibido aqui pelos médicos. Eu não estava em condições. Ainda que tivesse, até me preparar para ir, comprar a rouba, sapato, para ir a posse da Dilma. Mas eles não me permitiram. E a minha mulher também, porque sou casado, ela falou que não podia. Que se eu fosse, acabava o casamento.

Como o senhor se sente agora entregando o poder à primeira mulher presidente do Brasil?

Muito bem. Fomos companheiros de ministério e também coordenação política do governo. Então, trabalhamos juntos, durante oito anos. Sou muito amigo dela. Acho que foi um sucesso a vitória dela, mas também para todos os brasileiros.

Depois de deixar o hospital, quais são seus planos?

Eu tenho 79 anos. E eu, por enquanto, não conheço uma aposentadoria. Dizem que a gente tem direito a se aposentar. Vou mandar ver. Se tiver, talvez é o que eu faça.

Que recado dá à presidente?

Que ela seja autêntica. Que seja a Dilma. A Dilma trabalhadora, dedicada e brava, tem que ser brava. A bravura é qualidade quando exercida dentro da razão.

Como está se sentido agora,?

Eu estou no tratamento. Mas espero em breve, já na próxima semana, retomar a quimioterapia, com os remédios fortes contra o câncer. E vamos lutar contra isso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.