Alencar faz cateterismo e passa bem

Lula visita vice-presidente, que pode ter alta do hospital até quinta-feira, segundo médico

Beth Moreira, Agência Estado, Fernanda Yoneya, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2010 | 00h00

O vice-presidente da República, José Alencar, deverá ter alta do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, até a próxima quinta-feira, segundo a expectativa do médico Roberto Kalil Filho. Alencar foi submetido ontem a um cateterismo e teve de colocar um stent ? prótese metálica inserida no interior de artérias coronarianas obstruídas por placas de gordura, com o objetivo de normalizar o fluxo sanguíneo local.

Kalil Filho avaliou que o procedimento realizado em Alencar foi bem sucedido. "O vice-presidente Alencar se encontra estável. Ele está tranquilo e conversando", afirmou o médico. A recuperação desse tipo de cirurgia, segundo Kalil, costuma levar no máximo três dias.

Alencar está internado no Sírio-Libanês desde quarta-feira e os procedimentos realizados ontem não o impedirão de levar uma rotina normal depois de deixar o hospital, afirmou Kalil. De acordo com o médico, o estado de saúde do vice-presidente é estável e ele demonstra estar "bem animado".

Os exames realizados detectaram uma obstrução grave na artéria descendente anterior, uma das principais do coração. Respondendo sobre que tipo de risco Alencar corria se o procedimento não fosse realizado, o médico disse que o vice-presidente poderia sofrer um enfarte.

Desconforto. A equipe médica suspeitou da obstrução da artéria porque Alencar apresentava desconforto e falta de ar. "Isso chamou a atenção para aprofundarmos a investigação", disse Kalil Filho.

Ao ser questionado por um jornalista se o vice-presidente poderia comer leitão a pururuca ? vontade que Alencar tinha expressado ao senador Romeu Tuma (PTB-SP), que o visitara de manhã ?, Kalil brincou e disse que "não recomendava".

O médico previu que Alencar deve sair da UTI entre hoje e amanhã. Ele acrescentou que as medidas aplicadas ontem não interferem no tratamento a que o vice-presidente se submete para combater o câncer.

Paulo Hoff, também médico da equipe, afirmou que o câncer está "sob controle" e que os médicos estão satisfeitos com os resultados até agora. Hoff disse que Alencar tem três tumores no abdômen, que estão sendo acompanhados com mais atenção.

O médico informou, ainda, que Alencar passará pelas próximas sessões de quimioterapia até quarta-feira, antes de ter alta do hospital. Essas sessões já estavam previstas.

"O estado do vice-presidente Alencar está estável, está ótimo. A alimentação está normal e tudo está dentro do esperado, graças a Deus", garantiu o médico.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tinha voltado da África na sábado, visitou Alencar no fim da tarde de ontem. Lula permaneceu no hospital por cerca de meia hora. Sempre segundo Kalil Filho, que também acompanhou a visita, Lula e Alencar "conversaram um pouco" e assistiram a um pedaço da final da Copa do Mundo.

Jogo. "Foi tudo tranquilo. O presidente chegou, ficou vendo o final do jogo com ele, conversaram um pouquinho e Lula foi para Brasília. Ficaram batendo papo e vendo o jogo, nada de mais", disse o médico.

Sem falar com os jornalistas, Lula deixou o Sírio-Libanês por volta das 18 horas, de helicóptero. De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência, Lula seguiria ainda ontem para Brasília. Ele antecipou seu retorno da África do Sul, onde participara do evento de lançamento dos preparativos para a Copa do Mundo no Brasil.

No sábado, Alencar fora visitado no hospital pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.