Alencar indica que deve concorrer a vaga no Senado

Depois de anunciar a vitória em mais uma batalha na guerra contra o câncer, o vice-presidente José Alencar afirmou ontem, no Rio, que deve disputar o Senado por Minas na eleição de outubro. Segundo ele, os resultados dos exames feitos na quarta-feira foram excelentes e há um "definhamento" dos tumores na região abdominal.

Alfredo Junqueira, RIO, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2010 | 00h00

Sobre a participação nas eleições, Alencar disse que, por causa da idade - completará 79 anos em outubro -, será mais adequado disputar um cargo no Legislativo. Nas últimas semanas, a evolução positiva de sua saúde fez com que o presidente Lula e seus aliados o instassem a disputar o governo de Minas.

"Acho que minha saúde estando bem eu posso levar uma grande contribuição oriunda da minha experiência como empregado, como empregador do setor privado e como homem público. E acho que posso ser útil para o meu país, que é a única coisa que me move."

A eventual candidatura ao governo mineiro poderia pacificar a base aliada no Estado. Lula articula apoio do PT ao ministro das Comunicações Hélio Costa (PMDB), mas o partido luta por lançar um dos seus quadros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.