Alencar se recupera de enfarte e deve ter alta nos próximos dias

Oncologista Paulo Hoff diz que vice retomará quimioterapia assim que o cardiologista Roberto Kalil autorizar

Anne Warth / AGÊNCIA ESTADO, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2010 | 00h00

O presidente em exercício José Alencar deve receber alta do Hospital Sírio-Libanês nos próximos dias, informou o cardiologista Roberto Kalil Filho. De acordo com o oncologista Paulo Hoff, Alencar, que foi internado por conta de uma obstrução intestinal no dia 25 de outubro, deve retomar o tratamento contra o câncer assim que Kalil autorizar.

"Ele está bem, conversando normalmente e estável do ponto de vista cardíaco. Hoje ele trabalhou normalmente, da UTI mesmo, e o vi despachando e assinando documentos com assessores e tudo", afirmou Kalil.

Segundo o médico, o enfarte que Alencar sofreu na quinta-feira está relacionado a efeitos colaterais ocasionados pela quimioterapia e por uma anemia. "Enfarte é sempre um quadro delicado, mas ele não teve instabilidade na parte cardíaca, a pressão se manteve boa, ele está estável e não teve maiores consequências. É um agravamento momentâneo."

Hoff disse que Alencar respondeu bem ao tratamento para combater a obstrução intestinal, causada pelo crescimento de um tumor. "Como houve excelente resposta ao tratamento e redução dos tumores, o quadro havia normalizado e a nossa expectativa era de que ele tivesse alta hoje. Infelizmente teve essa complicação cardiológica agora."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.