Aliados cobram marqueteiro da campanha petista

Na primeira reunião do conselho político de Dilma Rousseff com o marqueteiro João Santana, representantes de seis partidos aliados cobraram, a portas fechadas, mudanças na condução da campanha do PT.

, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2010 | 00h00

"Está muito ruim, né?", disse o deputado Mário Negromonte (PP-BA). "Tenho andado no interior e o povo não está gostando de jeito nenhum. É lógico que a Dilma não tem que vender simpatia, mas simpatia é quesito muito importante. Se ela fizesse um curso de simpatia com a minha mulher, que é prefeita na Bahia, Ave Maria!" À saída do encontro, porém, os participantes adotaram tom cauteloso. "João Santana acha que o desempenho de Dilma está excepcional", afirmou Negromonte. "No dia a dia, ela vai melhorando o desempenho."

O deputado Luciano Castro (PR-RR) contou que Dilma continua sendo treinada para os discursos no palanque. "É um treinamento intensivo", resumiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.