Aliados cobram saída de Gaudenzi

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, está à procura de um nome para substituir o engenheiro Sérgio Gaudenzi na presidência da Infraero. A pressão dos partidos da base aliada por cargos na estatal dos aeroportos está desgastando Gaudenzi, que assumiu o cargo há apenas seis meses.Ontem, uma mobilização dos superintendentes da empresa tentava reverter a situação, por meio de carta aberta entregue a Jobim. Eles pediram um basta nas "disputas políticas" na estatal, que "deve ter perfil técnico". Gaudenzi vem resistindo aos pedidos de nomeações políticas para os cargos técnicos. Mas os partidos da base têm argumentado no Planalto que o governo é de coalizão e, por isso, não faz sentido negociar politicamente as indicações no ministério e nas estatais da energia elétrica e negar essas indicações para a infra-estrutura aeroportuária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.