CrayonStock/Divulgação
CrayonStock/Divulgação

Alta do dólar e feriados prolongados estimulam turismo no Brasil

De acordo com levantamento, a procura por destinos nacionais nos primeiros meses do ano aumentou em até 200% em relação a 2014

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2015 | 07h00

SÃO PAULO - A alta do dólar e a grande quantidade de feriados prolongados estão influenciando na escolha das viagens dos brasileiros em 2015. De acordo com levantamento do site Hotel Urbano, a procura por destinos nacionais nos primeiros meses do ano aumentou em até 200% em relação a 2014.

O destino com maior aumento foi Natal, seguido por Gramado, Porto Seguro, Maceió e Balneário Camburiú. Todos tiveram ganho de mais de 160% na procura.

O calendário deste ano tem seis feriados nacionais prolongados, que permitem que emendar de 3 a 4 dias de folga. "O cenário é altamente favorável para o turismo interno, já que o brasileiro tem por hábito aproveitar os feriados prolongados para viagens próximas ou de curta duração", afirma Antônio Gomes, diretor comercial do Hotel Urbano. O dólar a R$ 3 também é apontado por Gomes como um estímulo na busca de destinos brasileiros.
A dica do site é se programar com antecedência para encontrar as melhores ofertas. Os seis feriados nacionais prolongados deste ano - Tiradentes (21 de abril), Dia do Trabalho (1º de maio), Corpus Christi (4 de junho), Independência (7 de setembro), Nossa Senhora de Aparecida (12 de outubro) e Finados (2 de novembro) - vão injetar R$ 18,66 bilhões no setor, conforme projeções do Ministério do Turismo.

Feriados como Carnaval, Semana Santa, Natal e Ano Novo são fixos. Por isso, foram excluídos do cálculo do site de viagens. O Hotel Urbano, líder no mercado de hospedagem no País, vendeu 3,9 milhões de diárias em hotéis, pousadas, flats, hostels e cruzeiros em 2014.

Veja o ranking do aumento de procura de destinos nacionais no primeiro trimestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado:

Natal (RN) - 200%
Gramado (RS) - 190%
Porto Seguro (BA) - 180%
Maceió (AL) - 175%
Balneário Camboriú (SC) - 160%
Campos do Jordão (SP) - 150%
Foz do Iguaçu (PR) - 130%
Porto de Galinhas (PE) - 120%
Angra dos Reis (RJ) - 105%
Salvador (BA) - 100%

Tudo o que sabemos sobre:
ViagemBrasilHotel Urbano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.