Aluno põe veneno em escola para matar aula

Quatro alunas ficaram intoxicadas por um veneno usado em plantações de melancia. Ele foi espalhado na noite de quarta-feira numa parede da Escola Municipal Benjamin Constant, em Agudos, por um rapaz de 16 anos que queria interromper a aula para voltar mais cedo para casa. A Vigilância Sanitária interditou o local até terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.