Alexandro Auler
Alexandro Auler

Alunos fazem festa surpresa para Dilma

Presidente eleita completou 63 anos em Porto Alegre; revés do aniversário foi derrota do Inter

Elder Ogliari, O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2010 | 00h00

A presidente eleita Dilma Rousseff planejou ontem comemorar seu aniversário de 63 anos de forma discreta em Porto Alegre. Mas a programação reservada foi interrompida com uma surpresa feita pelas professoras e alunos da Escola de Educação Infantil Nossa Senhora das Graças, localizada ao lado do edifício em que Dilma mora.

Elas cantaram Parabéns pra você e enviaram um bilhete, desejando sucesso ao futuro governo e pedindo que ela faça pelas mulheres "o que outros não fizeram". Pouco depois, Dilma desceu do apartamento no quinto andar e foi visitar a escola, onde cumprimentou as professores e abraçou e beijou as crianças.

Ao sair, a presidente eleita falou com os jornalistas rapidamente. "Agradeço os parabéns. A gente vai ficando velha, mas também tem uma recepção como essa que comove" disse.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva telefonou para a sucessora, assim como amigos e políticos, que optaram por homenagens discretas. Dilma recebeu sete buquês de flores - incluindo um do empresário Jorge Gerdau -, cinco telegramas, dois cartões e uma imagem da Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, enviada pela deputada estadual Marisa Formolo (PT).

À noite, Dilma jantou com familiares na casa do ex-marido, Carlos Araújo. A presidente eleita só lamentou a sorte no futebol: ela torceu pelo Internacional, derrotado no Mundial Interclubes, disputado em Abu Dabi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.