Alvará desatualizado leva Contru a vetar abertura de boate nos Jardins

A inauguração da casa noturna Mokaï, na Rua Augusta, quase na esquina com a Rua Oscar Freire, nos Jardins, foi suspensa pelo Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru). A casa, dos empresários Ricardo Mansur e André Queiróz, ocupa o espaço que era do restaurante Vila Albany e tinha somente o alvará de funcionamento do antigo estabelecimento. Segundo o Contru, não poderia abrir sem os papéis atualizados. O estabelecimento seria inaugurado com uma festa às 22 horas. Uma hora antes, o secretário de Controle Urbano, Orlando Almeida, acompanhado da Polícia Militar, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), da Guarda Civil Metropolitana e de fiscais da Subprefeitura de Pinheiros, foi ao local impedir o evento. O advogado dos empresários, que não quis ser identificado, entrou com pedido de liminar e até as 23 horas aguardava a decisão do juiz. Para garantir que o evento não fosse realizado, a subprefeitura levou blocos de cimento, mas lacrou a boate apenas com adesivos na porta principal.

Lais Cattassini, O Estadao de S.Paulo

30 de abril de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.