Alvo de operação policial, prefeito consegue fugir

O prefeito de Traipu (AL), Marcos Santos, e sua mulher, Juliana Kummer, fugiram da cidade, ontem, depois de saberem que seriam presos durante a Operação Tabanga, da PF. Santos é acusado de ser o chefe de uma quadrilha que teria desviado mais de R$ 8 milhões de recursos federais e verbas da própria prefeitura, que eram destinados à compra de material escolar. No final da tarde, a PF admitiu que houve vazamento. "Não só admitimos essa possibilidade como vamos investigar quem teria vazado as informações", afirmou o delegado Amaro Vieira.

O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2011 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.