Amanhã, em SP, caminhada pelas vítimas

Oito entidades promovem amanhã uma caminhada pelas ruas da zona sul de São Paulo em homenagem às vítimas de acidentes aéreos. A proposta é também protestar por soluções para a crise aérea do País. Os organizadores do evento, que começa às 9 horas, no Monumento às Bandeiras, em frente ao Parque do Ibirapuera, pedem que os participantes usem roupas pretas e levem flores. Em nota, as entidades informam que o objetivo é "expor publicamente o seu repúdio e exigir do governo soluções imediatas para inibir os abusos a que todos os passageiros e famílias estão sendo submetidos". A passeata vai seguir pelas Avenidas Moreira Guimarães, Rubem Berta e Washington Luís, até o prédio da TAM Express. Entre as organizadoras do evento estão a Associação Brasileira de Parentes de Vítimas de Acidentes Aéreos (Abrapavaa), o Instituto Brasil Verdade e o Movimento Nossa São Paulo: Outra Cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.