Amazonas tem 38 municípios em emergência por causa da seca

Mais de 62 mil famílias já foram afetadas pela estiagem e pelo baixo nível dos rios

Priscila Trindade - Central de Notícias,

22 Outubro 2010 | 11h33

SÃO PAULO - A seca no Amazonas fez com que 38 dos 62 municípios decretassem situação de emergência, segundo informou a Defesa Civil estadual. Mais de 62 mil famílias já foram afetadas pela estiagem e pelo baixo nível dos rios.

 

A Defesa Civil informou que concluiu as três etapas da primeira fase por via aérea de distribuição de ajuda humanitária aos municípios afetados pela estiagem no Amazonas. Foram mais de 38 mil famílias beneficiadas, com 600 toneladas de itens de ajuda, distribuídos pela Força Aérea Brasileira. Foram entregues alimentos, remédios e produtos de higiene pessoal. A partir de agora o órgão vai atuar no Pólo Manaus, contemplando os municípios do baixo Solimões.

 

As cidades afetadas são: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Iça, Tabatinga, Tonantins, Caapiranga, Boca do Acre, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Borba, Alvarães, Coari, Fonte Boa, Jutaí, Tefé, Uarin, Beruri, Manacapuru, Itacoatiara, Barreirinha, Parintins, Rio Preto da Eva, Iranduba, Anamã, Carauari, Manaquiri, Altazes, Boa Vista do Ramos, Anori, Manicoré, Nhamundá, Silves, Novo Aripuanã e Careiro da Várzea.

Mais conteúdo sobre:
Amazonas seca Região Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.