Ambulância sem freio atropela e mata mulher em frente a hospital no Rio

Ela foi socorrida, mas morreu; motorista será autuado por homicídio culposo

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

12 Setembro 2011 | 14h47

SÃO PAULO - Uma mulher foi atropelada em frente a um hospital na manhã desta segunda-feira, 12, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.

 

Segundo a Polícia Civil, o veículo pertencia à empresa Toesa Service. De acordo com o depoimento do motorista, ele teria manobrado a ambulância para dar passagem para um caminhão de lixo mas, ao descer a ladeira, o freio quebrou. Ele acabou perdendo o controle do carro, que atingiu a mulher.

 

Ela foi socorrida logo em seguida e atendida no hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Por causa disso, o motorista será autuado por homicídio culposo (sem intenção de matar). O caso foi encaminhado para a Polícia técnico-científica.

 

A assessoria de imprensa da Toesa Service confirmou o acidente e informou que as causas da falha estão sendo apuradas. A empresa disse ainda que dará a assistência necessária à família da vítima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.