Ambulatório do HC vai remarcar 25% das consultas

Atendimento será retomado hoje, após incêndio ocorrido no Natal

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

02 de janeiro de 2008 | 00h00

Pelo menos 825 pacientes devem ficar sem atendimento no Ambulatório do Hospital das Clínicas (HC) entre hoje e sexta-feira. Uma semana após o incêndio ocorrido na noite de Natal, apenas metade da rede elétrica foi restabelecida. No primeiro dia útil depois do incidente, 25% das cerca de 1.100 consultas agendadas para hoje serão remarcadas. A orientação é para que os pacientes compareçam ao ambulatório para remarcar a consulta.Nas salas que ficam entre o 4º e o 7º andares do prédio do Ambulatório são atendidas 23 especialidades. Além de estarem sem energia, algumas precisam passar por limpeza. O andar do laboratório já está em condições de funcionamento. Por isso, os 500 exames agendados para hoje devem ser realizados normalmente. A distribuição de medicamentos também volta ao normal. Na semana passada, apenas pacientes em situação grave, como os recém-transplantados, conseguiram retirar remédios. Quem não se enquadrava nesse perfil e deixou de ser atendido pela farmácia do HC pode retirar os medicamentos a partir de hoje. A unidade recebe cerca de 6 mil receitas por dia e cada paciente retira, em média, quatro itens.Na semana passada, o superintendente do hospital, José Manoel Teixeira, havia informado que nenhum novo paciente seria atendido no Prédio dos Ambulatórios. Nesse período, a demanda por consultas com especialistas será redistribuída pela rede de saúde estadual e apenas as pessoas que já tinham consulta marcada serão atendidas. O Ministério Público Estadual chegou a abrir inquérito para investigar as causas do incêndio e aguarda o detalhamento das medidas que estão sendo tomadas pelo HC para normalizar o atendimento. Cerca de 4 mil consultas são feitas por dia no prédio, que também abriga o laboratório central, o banco de sangue, a farmácia, os centros cirúrgico e de materiais. O Ambulatório foi fechado depois do incêndio que atingiu a unidade na noite de Natal. A fumaça se espalhou e o centro cirúrgico, ligado à UTI, no 9º andar, farmácia, no 8º, e ambulatórios foram prejudicados. A causa mais provável do incêndio, que levou três horas para ser controlado pelos bombeiros, foi um curto-circuito na subestação elétrica, no 1º subsolo do edifício.O centro cirúrgico continuará fechado pelo menos até o carnaval. Embora nenhum equipamento tenha sido danificado, eles terão de passar por limpeza e reajustes. Enquanto isso, as cirurgias eletivas (agendadas com antecedência) serão remanejadas para outras unidades do complexo. Os casos mais graves serão encaminhados para os setores de emergência de outros hospitais da região. INFORMAÇÕES ÚTEIS Consultas e orientações: em caso de dúvidas sobre o que está funcionando no HC, os pacientes podem procurar o Núcleo de Comunicação do Hospital das Clínicas pelos telefones 3069-6710, 3069-7048 ou 3096-6246. Mais informações no site: www.hcnet.usp.br Farmácia: A distribuição de medicamentos volta ao normal hoje. Até semana passada, só pacientes crônicos conseguiam retirar remédios Contatos com os setores: Ginecologia: 3069-7621 Oftalmologia: 3069-7873 Urologia: 3069-8080 Dermatologia: 3069-8002 Neurologia: 3069-6106Obstetrícia: 3069-6355 Cirurgia plástica: 3069-7568 Otorrinolaringologia: 3088-0299

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.