Ameaça de bomba faz voo Rio-Paris com 423 a bordo pousar no Recife

O avião pousou no Recife porque Guararapes era o aeroporto mais próximo capaz de receber o voo

Carlos Orsi, do estadao.com.br

10 de julho de 2010 | 22h47

Um avião com 423 pessoas a bordo - 405 passageiros e 18 tripulantes - que fazia o voo 443, Rio-Paris da Air France, pousou às 19h50 no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes, depois de ser informado, pelo Rio, de uma ameaça de bomba a bordo.

 

O avião pousou no Recife porque Guararapes era o aeroporto mais próximo capaz de receber o voo. O aeroporto chegou a ficar cerca de meia hora fechado, mas já retomou a operação normal.

 

Segundo informações de funcionários do aeroporto, os passageiros e tripulantes foram retirados do aparelho sem problemas.

 

Por volta das 22h40, o Boeing 747 estava sendo rebocado para uma área especial, onde seria submetido a uma busca minuciosa. Não há previsão de liberação da aeronave para prosseguimento do voo.

No chão

A aeronave não levanta mais voo nesta madrugada, porque segundo o canal de TV, Globo News, os 405 passageiros foram entrevistados e todas as bagagens foram revistadas pela Polícia Civil e pela Polícia Federal.

Os passageiros que aguardam no saguão de embarque, poderão ser movidos para pousadas e hoteis da cidade.

Além disso, há negociações para a liberação das bagagens para quem não quiser seguir viagem no voo para a França. O voo poderá partir na tarde deste domingo.

Texto atualizado às 06h00

Tudo o que sabemos sobre:
reciferioparisair france

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.