Ameaçados por garimpeiros, índios fogem em Rondônia

Cerca de 50 índios da etnia cinta-larga fugiram, neste sábado, da cidade de Espigão D´Oeste, em Rondônia. De acordo com o comandante da Polícia Militar na região, Firmino Aparecido, homens, mulheres e crianças deixaram seus lares porque foram ameaçados de morte por garimpeiros. "Eles disseram que vão buscar ajuda na sede da Funai em Cacoal, cidade que fica perto daqui", disse o comandante da PM.A tribo cinta-larga é acusada de ter promovido, há dez dias, uma chacina contra garimpeiros que invadiram a reserva indígena Roosevelt. No último domingo, três corpos foram encontrados na área pela Polícia Federal. Revoltados, no mesmo dia, 20 garimpeiros entraram na reserva, onde teriam encontrado outros 26 corpos. Neste momento, 50 agentes e cinco helicópteros da PF trabalham nas buscas às possíveis novas vítimas. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.