Americana tem quadro praticamente irreversível, diz médico

O diretor-médico do Hospital Copa D?Or, João Pantoja, disse que a americana Michele Staheli está "numa escala de 3 a 15, no nível mais grave, que é o 3". De acordo com o médico, a paciente não tem resposta motora, nerval nem ocular, quando estimulada. Ele considera o quadro praticamente irreversível. Pantoja contou que ao chegar ao hospital, no domingo, Michele tinha vários cortes no rosto, afundamento do nariz e dos ossos ao redor dos olhos, o que indica que ela foi agredida com muita força. Além de uma extensa lesão no cérebro, ela sofreu também isquemias na parte esquerda no tronco cerebral, que é responsável pelo raciocínio, entre outras funções. Hoje, quatro pessoas já estiveram no hospítal para visitá-la. No entanto, não se sabe se elas eram parentes de Michele ou de seu marido, Todd Staheli.Polícia quer impedir que filha de Todd Staheli deixe o País

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.