Americano atira água em bebê brasileiro e é deportado

O americano Ronald Harry Duffy Júnior, de 36 anos, que viajava esta madrugada no vôo da TAM que ia de Miami para Guarulhos ? com conexão para Salvador, na Bahia ?, foi deportado depois de incidente envolvendo um bebê brasileiro. Duffy, que estava embriagado, atirou água no bebê que viajava a seu lado e chorava no colo da mãe.O americano disse que tomava remédio, queria dormir e a criança não deixava. Irritado, aproveitou que a comissária servia água e refrigerante para alguns passageiros, pegou um copo e jogou a água no rosto e no corpo do bebê. Os pais ficaram revoltados. Os comissários correram para ajudar o bebê e impediram que Duffy fosse agredido por outros passageiros.A atitude do americano foi comunicada pelo comandante do avião à Polícia Federal, no Aeroporto de Guarulhos, pelo rádio. Assim que o jato da TAM aterrissou, Duffy foi detido na pista por agentes federais. Os passageiros e a tripulação aplaudiram a prisão. Duffy foi levado para a PF e teve seu visto de turista cancelado por ?conduta inconveniente?. Ele será mandado para seu país assim que a polícia conseguir um vôo. ?Eu não posso voltar. Vou encontrar minha namorada na Bahia e passar uns dias na praia. Não sei o que aconteceu comigo. Acho que me exaltei um pouco?, justificou-se.Até o final da tarde, nenhuma empresa aérea havia concordado em levá-lo. Duffy comprou passagem para o Brasil pela American Airlines, que o embarcou na TAM por causa da conexão com destino a Salvador.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2004 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.