Americanos fichados em Santos reclamam da demora

Hoje foi a vez dos norte-americanos em passagem por Santos deixarem uma ficha na Polícia Federal. Eles estão viajando no luxuoso transatlântico Silver Wind, que cobra diária de US$ 100, e foram surpreendidos na escala com a identificação determinada pela justiça brasileira. No início não houve reclamações, mas os que turistas que ficaram para o final de um trabalho que durou exatamente 1 hora e 50 minutos, o tratamento recebido foi considerado "inconveniente".O norte-americano Burt Jafrre decidiu não fazer o passeio na cidade. "Não vou gastar meu dinheiro em Santos e deixarei para fazer minhas compras no Rio de Janeiro, onde o desembarque não será retardado como aqui", reclamou.Jafrre não gostou de ser fotografado, achou o procedimento injusto e acredita que seja uma revanche contra medida idêntica tomada pelas autoridades de seu país em relação aos brasileiros. "O brasileiro não está entendendo o momento pelo qual estamos passado. Quando o país está sob ameaça do terrorismo, tem de fazer de tudo para se proteger", afirmou.O Silver Wind fez sua primeira escala no Brasil, com 219 passageiros a bordo, sendo que 150 deles são de origem norte-americana. Ao atracar no cais santista, os tripulantes estrangeiros passaram pelo controle da Polícia Federal às 7h15 e dois deles foram fichados por serem dos EUA. Às 7h50 os turistas começaram a passar pela triagem, sendo que os norte-americanos foram fotografados e deixaram suas impressões digitais nos arquivos brasileiros.Às 9h40 todos já estavam com a situação regularizada junto às autoridades brasileira. Para evitar a formação de grandes filas eles eram levados em grupos por ônibus.Um fato engraçado foi registrado pelos policiais: três turistas canadenses viram os americanos serem fichados e também quiseram passar pelo procedimento, divertindo-se com a situação. Como a regra não se aplicava a eles, se contentaram em ser fotografados pelos amigos com a tabuleta numerada da PF no peito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.