Pedra Furada, em Jericoacoara, é ponto turístico famoso na região
Pedra Furada, em Jericoacoara, é ponto turístico famoso na região

Amiga de italiana morta no Ceará é presa como suspeita do crime

Miriam França ficou hospedada no albergue onde a turista estava morando; segundo polícia, houve contradições no depoimento dela

Carmen Pompeu, Especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

29 Dezembro 2014 | 16h49

FORTALEZA  - A amiga de Gaia Molinari, a jovem italiana de 29 anos encontrada morta no dia de Natal, na praia de Jericoacora (a 287 quilômetros de Fortaleza), teve prisão preventiva decretada, nesta segunda-feira, 29, por 30 dias para averiguações. Miriam França foi levada para a Delegacia de Capturas e é agora apontada como principal suspeita pelo crime. Carioca, Miriam França estava hospedada no mesmo albergue onde a italiana estava morando, no cento de Fortaleza. De acordo com nota divulgada pela polícia cearense, ela foi detida por contradições no depoimento.

As duas viajaram juntas no dia 21 deste mês para Jericoacora, no litoral oeste. Mas apenas a carioca retornou no dia 24, véspera de Natal. Quando o corpo de Gaia foi encontrado por um casal de turistas brasileiros, na tarde do dia 25, Miriam estava em Canoa Quebrada, no litoral leste cearense. A polícia suspeita de que uma outra pessoa também tenha participado do assassinato. 

O corpo de Gaia ainda está no IML de Sobral, na zona norte cearense. De acordo com Roberto Misci, representante do vice consulado da Itália em Fortaleza, a pedido da família, o corpo será embalsamado e mandado para a Itália. Os procedimentos ainda não têm data definida porque a investigação policial está em curso.

As circunstâncias da morte da jovem italiana estão sendo apuradas pela Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), em Fortaleza. Inicialmente trabalhou-se com a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte). Um suspeito, nativo de Jericoacoara, foi detido e liberado logo após o depoimento, por falta de provas. Depois de ouvir testemunhas que estiveram com Gaia, a Polícia mudou a linha de investigação.

Gaia Molinari foi encontrada morta, na tarde do dia de Natal, por dois turistas brasileiros, na localidade de Serrote, na Área de Proteção Ambiental (APA), caminho que leva à Pedra Furada, tradicional ponto de visita em Jericoacora. A jovem italiana estava vestida com um biquini e uma canga. De acordo com laudo da Polícia Civil, ela sofreu agressões com objetos cortantes antes de ser morta por estrangulamento.

A jovem italiana estava em Fortaleza desde o dia 16 deste mês. Morava em um albergue na cidade em troca de trabalho. Viajou para Jericoacora no dia 21 a convite de Miriam, amiga que conheceu no albergue. As duas voltariam para a capital cearense no dia 24.

Mais conteúdo sobre:
Homicídio Ceará

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.