Amiga de norte-americano desaparecido está presa em Caçapava

O advogado Luiz Antonio Lourenço da Silva informou, na manhã deste sábado, que sua cliente Regina Filomena Rachid, amiga do norte-americano Raymond James Mierrill, desaparecido desde abril deste ano, está detida na cadeia feminina de Caçapava, no Vale do Paraíba."Ela está detida por outro crime, do qual também é vítima e não pelo desaparecimento de Raymond. Não há nenhuma prova contra ela", informou o advogado.Raymond desapareceu, segundo o Consulado Americano em São Paulo, quando se encontraria com Regina, em março deste ano para passar o aniversário no Brasil. Ele voltaria para o Estado da Califórnia, onde mora, em 4 de abril, mas não retornou.Diante do desaparecimento a família acionou o FBI que investiga o caso junto com a polícia civil de São José dos Campos.Na sexta-feira, a delegada Ana Paula Monteiro de Barros, da seccional de São José dos Campos, omitiu a informação ao jornal O Estado de S.Paulo, dizendo que a polícia de São José desconhecia o fato de Regina estar detida. "Não há crime contra esta mulher. Por que eu deveria pedir a prisão preventiva ou temporária dela? Que crime ela cometeu?", disse a delegada, omitindo a informação.Por telefone, o jornal tentou contato com Regina Rachid, ligando na casa dela. Uma mulher atendeu na casa e afirmou que não comentaria o caso. "Era a filha dela quem atendeu ao telefone. As duas não vão falar com a imprensa por enquanto", afirmou Silva.A esteticista Regina Rachid está detida em Caçapava acusada de roubo em um shopping da cidade em junho de 2006. "Minha cliente foi a vítima e não a autora do crime", defendeu Silva.A delegada Ana Paula Monteiro foi procurada pelo jornal O Estado de S.Paulo na manhã deste sábado, mas a informação na delegacia seccional é que ela não trabalha aos finais de semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.