Anac cancela vôos que partiriam de Brasília, São Paulo e BH

O presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Nilson Zuanazzi, anunciou nesta terça-feira, 5, o cancelamento de todos os vôos que partiriam a partir das 19 horas dos aeroportos de Brasília, Congonhas (São Paulo) e Confins (Belo Horizonte). Segundo ele, os vôos que chegam a esses aeroportos, vindos de outros destinos, e a ponte aérea entre Congonhas e o Rio de Janeiro estão mantidos. Zuanazzi informou ainda que os vôos atrasados nesses aeroportos, até esse horário, serão todos realizados "até o último passageiro"."Decidimos cancelar as partidas à noite nos locais onde ainda há maiores problemas porque não adianta colocar mais água se não está tendo vazão", afirmou ele, referindo-se aos atrasos represados durante a tarde desta terça, que foram provocados, segundo explicou, por uma falha em um software que permite a comunicação por rádio entre as torres de controle e as aeronaves.A Anac ainda liberou o aeroporto de Congonhas para operar durante toda a madrugada, apenas hoje, e admitiu que espera algumas confusões até o início da manhã de quarta-feira, 6. A agência ainda orientou as companhias aéreas a remanejarem seus vôos a partir de quarta com o objetivo de atender aos seus passageiros nos vôos cancelados na noite desta terça.Matéria ampliada às 20h13

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.