Anac cobra motivos de 4 panes em vôos da United

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai solicitar que a FAA, agência norte-americana de aviação, envie os relatórios de manutenção das aeronaves da United Airlines que apresentaram problemas mecânicos em solo brasileiro nos últimos dias. Na noite de anteontem o vôo 842, que sairia do Aeroporto Internacional de Guarulhos com destino a Chicago, nos Estados Unidos, sequer decolou. Este foi o quarto avião da companhia com problemas mecânicos desde sábado. Caso a Anac encontre algum problema com a documentação, a agência pedirá a FAA que tome providências e até multe a empresa. Segundo relato dos passageiros do vôo 842, quando o Boeing 767- 300 chegou à cabeceira da pista, foram informados pelo piloto de que havia excesso de peso e que "compartimentos" seriam retirados, sem informar detalhes. Pouco depois, o comandante voltou a falar com os 172 passageiros e admitiu haver cheiro de fios queimados na cozinha, localizada no fundo do avião. Ainda na pista, dois eletricistas tentaram resolver o problema, mas o vôo foi cancelado. Os passageiros voltaram ao saguão por volta da 0h15. Alguns, como o deputado estadual mineiro Délio Malheiros (PV), tentam chegar aos EUA desde terça-feira. "Eles estão operando com verdadeiras sucatas",desabafou Malheiros, que estava com 11 parentes.Em nota, a United informou que o vôo de anteontem foi cancelado "assim que os procedimentos de decolagem se iniciaram, para assegurar que o problema mecânico ocorrido na noite anterior havia sido resolvido". A empresa informou que disponibilizaria outra aeronave para levar as passageiros na noite de ontem. A companhia pediu desculpas aos passageiros, comprometendo-se a compensá-los, e alegou que os cancelamentos ocorreram para assegurar o bem-estar de seus passageiros e da tripulação.Em menos de uma semana foram quatro panes em aviões da United. O vôo 860, para Washington, que saiu do Aeroporto de Guarulhos às 23h48 de terça-feira, com 175 passageiros, teve de voltar 50 minutos após a decolagem por um problema mecânico ainda não divulgado. Na mesma noite, o vôo 842, que saiu às 22h11 rumo a Chicago também retornou. Na madrugada de sábado, o vôo 874, que decolara do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, rumo a Washington, nos Estados Unidos, também teve problemas mecânicos e retornou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.