Anac cria força-tarefa para monitorar reserva de passagens

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a criação de uma força-tarefa para a monitoração dos sistemas de reserva de todas as empresas de transporte aéreo, até a regularização dos serviços. A portaria foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. A força-tarefa será composta por integrantes da Superintendência de Serviços Aéreos e das Gerencias Regionais, e coordenada pelo diretor da agência, Josef Barat. A determinação, segundo a portaria, deve-se ao número "anormal" de cancelamentos e atrasos de vôos, no período entre 20 e 24 de dezembro "que acarretou transtorno sem precedentes no sistema de transporte aéreo de passageiros". OverbookingNo feriadão de Natal, houve uma série de problemas no sistema áereo brasileiro devido ao overbooking, a venda, por parte das companhias, de um número de passagens acima da lotação dos aviões.Na quarta-feira, na véspera do feriado de réveillon e pressionado pelo risco de novo apagão nos aeroportos, o governo federal partiu para o confronto com empresas aéreas. O ministro da Defesa, Waldir Pires, anunciou ?sanções sérias? para companhias que ?cometeram faltas graves com fretamentos e overbooking". Pires anunciou que ?nenhum novo fretamento de avião para vôo charter será admitido?, após reunião com vários setores do governo ligados à aviação, na qual companhias não estavam presentes.?Vão haver sanções sérias, que a lei autoriza (o overbooking).? Entre as sanções, disse o ministro, podem estar multas.O ministro informou que a auditoria que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está fazendo na TAM, que realizou o overbooking, foi concluída na quarta e que o resultado será divulgado nesta quinta-feira. Apesar de a auditoria da Anac ter sido anunciada como um meio de comprovar a prática de overbooking, o governo tem informações de que os maiores problemas no Natal foram causados pela falta de aviões. As aeronaves da TAM teriam sido fretadas para companhias de turismo, deixando passageiros dos vôos comerciais sem transporte. Foram pelo menos 23 fretamentos no País. Para o ano-novo, o número de vôos charters contratados seria ainda maior. A TAM é atualmente a maior fretadora do País, atendendo principalmente a CVC, líder do setor. Segundo a Assessoria de Imprensa da CVC, a empresa já vendeu pacotes em cerca de 190 vôos por semana nas férias de verão. A operadora garantiu que todos estão autorizados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.