Anac deve anunciar força-tarefa para os próximos feriados

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deverá anunciar nesta semana a criação de uma espécie de força-tarefa formada por técnicos da agência, com o objetivo de evitar novos problemas nos aeroportos em fins de semana e nos próximos feriados, como o Carnaval e a Semana Santa. Apesar de oficialmente a agência afirmar que não há previsão de que um novo caos possa tomar conta dos aeroportos no Carnaval, a intenção da Anac é evitar que se repitam cenas como as que foram vistas nos principais aeroporto do País nas vésperas do Natal do ano passado: filas imensas, longos atrasos e tumultos. Segundo a Anac, a força-tarefa terá uma função preventiva, e deverá executar um trabalho semelhante ao que foi desempenhado antes do réveillon - feriado que teve uma situação mais calma do que a do Natal. Uma das ações que deverão ser tomadas é o trabalho de monitoramento das centrais de reservas das empresas aéreas, para evitar a prática do "overbooking", que é quando uma empresa vende uma quantidade de passagens superior à sua capacidade de transporte de passageiros. A Anac, entretanto, ressaltou que o formato e o modo de atuação dessa força-tarefa ainda estavam sendo definidos dentro da agência. O Comando da Aeronáutica, por sua vez, ressaltou ontem que não há expectativa de qualquer tipo de problema na atuação dos controladores de vôo que possa vir a tumultuar os aeroportos no Carnaval. Um porta-voz da Força Aérea disse ontem que os controladores vão atuar normalmente e que, desde dezembro, a área de controle de vôo está trabalhando com a quantidade de operadores necessária para que sejam cumpridas as escalas. Esse porta-voz também descartou a possibilidade de os controladores fazerem greve ou outro tipo de protesto por melhores condições de trabalho. A Aeronáutica também informou que técnicos das empresas que fornecem equipamentos para a área de controle de vôo estão, desde dezembro, prestando assistência técnica constante para evitar problemas nesses aparelhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.