Anac pede sugestões sobre interdição da pista de Congonhas

A Diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu consulta pública para que lhe sejam apresentadas sugestões de procedimentos na realização de obras de recuperação da pista principal do Aeroporto Internacional de Congonhas, em São Paulo. Durante períodos de fortes chuvas, a pista tem que ser fechada para pousos e decolagens por causa do excesso de água. A recuperação foi planejada pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) e será realizada após a conclusão das obras que serão realizadas na pista auxiliar a partir do próximo dia 27. O aviso de realização da consulta pública foi publicado pela Anac na edição desta terça-feira, 13, do "Diário Oficial da União". A Anac espera receber, durante a consulta pública, sugestões sobre o melhor período para a interdição da pista principal, por 40 dias, e sobre critérios de utilização da capacidade declarada de 33 slots, entre os serviços aéreos regulares e não-regulares/aviação geral. A capacidade adotada para a infra-estrutura de Congonhas é de 48 movimentos por hora, mas, segundo o Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), durante a interdição para reforma, cai para 33 movimentos por hora. As sugestões à Anac podem ser enviadas à Superintendência de Infra-Estrutura Aeroportuária, no endereço consultapublica.sie@anac.gov.br. A agência já convocou para o dia 19 de março deste ano uma audiência pública sobre o assunto. Normalmente, sugestões são enviadas por entidades de defesa do consumidor, agências de viagens, empresas aéreas, associações de usuários de transporte aéreo, entre outros etc.

Agencia Estado,

13 Fevereiro 2007 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.