Andava no trilho, com fones de ouvido, e não escutou o trem

Um funcionário da empresa Caeg, que presta serviços para a Companhia Paulista de TrensMetropolitanos (CPTM), morreu depois de atropelado por uma composição nesta quarta-feira, às 6h15, na Linha A, entre as Estações Jaraguá e Perus, na zona oeste de São Paulo.Segundo informações da assessoria de imprensa da CPTM, o funcionário caminhava pela via com fones de ouvido ligados a um rádio (walkman) e não percebeu a aproximação do trem. O caso está sendo registrado no 46º DP, em Perus.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2002 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.