Andinho confessa a participação em três seqüestros

O Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil de São Paulo apresentou hoje de manhã o traficante e seqüestrador Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho. Preso ontem num sítio de Itu, interior do Estado, ele era um dos criminosos mais procurados pela polícia paulista. Segundo o delegado Fábio Dalmas, Andinho confessou a participação em três seqüestros. Foram apresentadas as armas apreendidas com a quadrilha do seqüestrador, entre elas um fuzil usado pelo criminoso, com detalhes em dourado. A polícia divulgou também os nomes de outros dois integrantes da quadrilha, presos ontem em Campinas: João Luiz Aparecido Ramos, de 19 anos, e Marcio Henrique Figueiredo, de 27. Andinho anda será ouvido pelos policiais do Denarc e por delegacias especializadas, entre elas o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Delegacia Anti-Seqüestro (Deas) de Campinas. Além de Andinho, foram presos ontem no sítio em Itu Rosely de Souza Moura e o soldado da Polícia Militar Ronaldo Azevedo de Góes Pires. Um dos integrantes do bando, Valdeci de Souza Moura, o Fiinho, foi morto pelos policiais ao tentar fugir e resistir à prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.