Angra sofreu com encontro de ar quente e frente fria

O temporal em Angra dos Reis foi provocado pelo encontro de uma frente fria com a massa de ar quente que atuava sobre o Estado do Rio de Janeiro. Segundo o meteorologista Almerino Marinho, do 6° Distrito de Meteorologia do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu quase a metade da média do mês até as 9 horas desta segunda-feira em Angra dos Reis.O índice histórico mensal na região é de 265 milímetros e o volume acumulado em 24 horas foi de 129,3 milímetros (cada milímetro corresponde a um litro por metro quadrado). O recorde absoluto de chuva em 24 horas é de 191,4 milímetros, em 1965.A previsão do 6° Distrito para esta terça-feira é de tempo chuvoso, com maior probabilidade de pancadas de chuva no norte do Estado, por causa do avanço da frente fria e das temperaturas mais quentes na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.