Anhangüera terá marginal e novo trevo em Campinas

A rodovia Anhangüera, que liga a capital paulista ao interior, terá 17 quilômetros de marginais e a ampliação de um dos trevos, na altura da cidade de Campinas, a 90 quilômetros de São Paulo. Foi neste trecho que ocorreu o acidente que matou 13 pessoas, sendo 11 professoras da rede estadual de ensino, na semana passada.As obras serão realizadas em quatro etapas e custarão R$ 65 milhões. A primeira etapa está prevista para ter início até o final do ano. Inicialmente será reformado e ampliado o trevo próximo a uma das entradas de acesso a Campinas, no quilômetro 98, por onde circulam mais de 80 mil veículos, diariamente. A obra está prevista para ficar pronta em seis meses, a um custo de R$ 2,7 milhões.As marginais serão construídas em três etapas, desde o recém-inaugurado trevo de acesso ao anel viário, em Valinhos, até o distrito de Aparecidinha. A empresa espera entregar a primeira parte da obra, que vai do quilômetro 86 até o 92, até o primeiro trevo de acesso a Campinas, em 2004. Um ano depois deve ficar pronta a segunda etapa da obra, entre o trevo da Bosch, no quilômetro 98, até o 103, no distrito de Aparecidinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.