Animosidade entre petistas e tucanos diminui na era Dilma

O clima de antagonismo explícito que marcou o governo de Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao antecessor, Fernando Henrique Cardoso, dá sinais de recuos cada vez mais acentuados na gestão Dilma Rousseff. Além dos elogios da presidente na passagem dos 80 anos do tucano, representantes das duas partes têm conversado com frequência sobre temas políticos de interesse nacional - e com conclusões convergentes, como em relação à criação da Comissão da Verdade e ao sigilo sobre documentos oficiais históricos.

Roldão Arruda, O Estado de S.Paulo

17 Julho 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.