Anísio vai cumprir prisão domiciliar

O contraventor Aniz Abrahão David, o Anísio, poderá assistir ao desfile da Beija-Flor, escola de samba do Rio de que é patrono, em casa. Preso desde outubro sob acusação de comandar uma quadrilha de caça-níqueis e lavagem de dinheiro, Anísio obteve o direito de ficar em prisão domiciliar, para receber assistência médica. A decisão foi do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. A defesa disse que ele tem diverticulite e artrose, entre outras doenças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.