AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Anistia Internacional teme ´banho-de-sangue´ em favelas do RJ

A Anistia Internacional, principal entidade internacional de defesa dos direitos humanos, alertou nesta quinta-feira que a menos que as autoridades do Rio de Janeiro tomem medidas para restaurar a ordem nas comunidades de Vigário Geral e de Parada de Lucas, "uma escalada nos conflitos entre gangues envolvidas com o tráfico de drogas rivais será inevitável e um banho de sangue vai acontecer no qual muitas pessoas inocentes provavelmente vão morrer".A entidade observou que as gangues de Vigário Geral e de Parada de Lucas têm brigado entre elas aos longo dos últimos vinte anos. No domingo passado, um grupo de homens fortemente armados da favela Parada de Lucas ocupou a favela Vigário Geral, expulsando dezenas de famílias que, segundo eles, têm ligações com a gangue rival. "Centenas de pessoas foram forçadas a deixar suas casas e se refugiarem nas comunidades vizinhas", disse. "Isso inclui um grupo de cem pessoas refugiadas na creche da favela Dique."A Anistia Internacional afirmou que ontem ocorreram intensos conflitos entre policiais e traficantes nas ruas próximas à creche.Críticas à polícia"Apesar de sua presença nas cercanias, parece que a polícia do Rio não tentou recuperar o controle das favelas de Vigário Geral e Parada de Lucas, apesar da clara ameaça que essa situação representa para a população civil", disse.A entidade exortou as autoridades do Rio de Janeiro a "garantirem que qualquer esforço para restaurar a ordem seja feito de uma maneira que respeite a segurança e os direitos humanos da população civil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.