Anti-ciclone chega hoje à costa de Santa Catarina

Um anti-ciclone extratropical, uma espécie de furacão, deve chegar hoje ao litoral de Santa Catarina, provocando ressaca no mar, rajadas de ventos e pancadas de chuva. Trata-se de um tipo raro de tempestade, pelo fato de que seus ventos giram em um sentido horário, quando o normal seria girar em sentido anti-horário - daí o nome de anti-ciclone. O fenômeno tinha cerca de 400 quilômetros de diâmetro durante a noite de sexta-feira. A previsão dos meteorologistas é que ela só se dissipe no domingo. A ressaca deve atingir desde o litoral catarinense até Cabo Frio, no Rio de Janeiro.O boletim do Centro Integrado de Meteorologia e Recursos Hídricos (Climerh) indica risco de temporais no litoral sul catarinense e na Grande Florianópolis. O Centro de Hidrografia da Marinha avalia que as ondas devem chegar a três metros de altura do litoral norte de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro. Em mar aberto, as ondas podem chegar a quatro metros. Embora a tendência seja a de a tempestade perder força após chegar à terra, a previsão é de que as rajadas de vento atinjam 90 quilômetros por hora. Este é o primeiro fenômeno do tipo que se forma no Atlântico Sul desde que satélites começaram a observar essas tempestades desde o espaço, na década de 1960.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.