Anvisa apreende lote de Vick Vaporub falsificado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão e a inutilização, em todo o território nacional, do produto Vick Vaporub, pote de 40g, lote 1.341P, que apresenta o número de registro original MS 1.2143.0003, por tratar-se de produto falsificado. A Anvisa enviou comunicado por e-mail às Vigilâncias Sanitárias estaduais e municipais informando sobre a existência do produto falsificado no comércio. No texto, a Agência determina que os técnicos promovam a apreensão do produto e sua inutilização, como medida de interesse sanitário. As primeiras unidades falsificadas do Vick Vaporub comercializadas em farmácias e drogarias de todo o País apareceram em Minas Gerais. A própria empresa fabricante, a Procter & Gamble do Brasil, fez a denúncia sobre a irregularidade. Nos dias 10 de julho e 10 de dezembro de 2002, a Anvisa baixou resoluções determinando a apreensão e a inutilização de outros lotes de Vick Vaporub falsificados.

Agencia Estado,

24 Junho 2003 | 10h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.