Anvisa libera navio com suspeita de Sars

O navio MK Mike M, de bandeira Cipriota, que desembarcou em Maceió na quinta feira o corpo de um tripulante morto com suspeita de pneumonia asiática, seguiu viagem ontem à noite, depois de ter sido liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).O navio passou três dias fundeado a três milhas do cais do Porto de Maceió e foi vistoriado várias vezes por técnicos da Anvisa. Segundo eles, os resultados preliminares descartam a possibilidade de morte por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Há suspeita de meningite.O corpo do marinheiro búlgaro, que morreu no dia 29 de abril, no percurso entre o porto do Recife e Maceió, continua no Instituto Médico Legal Estácio de Lima. A Polícia Federal de Alagoas aguarda a liberação de um laudo para autorizar o embarque do corpo para a Bulgária.Amostras de tecido do marinheiro foram retiradas para exames no Laboratório Central da Secretaria Estadual da Saúde (Lacen) e na Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro. Os resultados dos exames deverão ficar prontos entre cinco e 15 dias.A Anvisa disse que vai monitorar todo o trajeto do navio Cipriota em mar brasileiro, com destino a Argentina, embora garanta que a embarcação apresente condições sanitárias satisfatórias e que nenhum dos 20 tripulantes apresenta anormalidades clínicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.