Aparecida tem recorde de público, em festa tranqüila

O número de fiéis que participou da festa da Padroeira do Brasil em Aparecida (SP) neste final de semana superou as expectativas da direção do Santuário. Foi o maior público dos últimos cinco anos. Foram cerca de 200 mil fiéis no sábado e 70 mil no domingo. Romeiros de todos os Estados do Brasil enfrentaram o sol forte para participar da maior festa católica do País. Segundo a Polícia Militar, 410 homens trabalharam na segurança dos visitantes. Houve apenas 40 ocorrências registradas - entre pequenos furtos, flagrantes de roubo e o transporte emergencial de vítimas do forte calor. De acordo com a comandante do policiamento, capitão Flávia de Paula dos Santos, o número de ocorrências foi pequeno, em proporção ao grande público: "Mais uma vez foi um ano tranqüilo, sem ocorrências graves". No ambulatório, o movimento aumentou em 50%. Até o ano passado, a média era de 300 atendimentos. Neste ano, foram 522 no sábado e 150 no domingo. O número recorde de pessoas produziu também grande quantidade de lixo. Segundo a prefeitura, foram 80 toneladas, recolhidas em menos de 10 horas de trabalho. Apesar do feriado de apenas dois dias, o trânsito foi intenso nas estradas que cortam o Vale do Paraíba. Na via Dutra houve grande movimento, principalmente na tarde de sábado, quando os romeiros retornavam de Aparecida. Um incêndio, na carga de um caminhão, não deixou vítimas, mas provocou um congestionamento de 7 km, durante duas horas. No total, 29 acidentes foram registrados na via Dutra, com 23 vitimas leves, 7 graves e 2 fatais. Nas estradas estaduais da região valeparaibana, o número de acidentes foi de 88, sendo 26 com vítimas. Segundo a polícia rodoviária estadual, 35 pessoas tiveram ferimentos leves, 8 graves e 3 morreram. A operação Aparecida, nas rodovias federais e estaduais terminou hoje, ao meio-dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.