Apenas 109 urnas tiveram problemas

Até às 10 horas, 109 urnas tiveram que ser substituídas por terem apresentado problemas técnicos. Segundo o primeiro boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de urnas substituídas corresponde a 0,03% do total de 361.431 urnas que estão sendo usadas nas votações em todo o País.De acordo com o TSE, o Nordeste foi a região em que houve o maior problema nas urnas. Segundo o porta-voz do TSE, Renato Parente, 75 urnas no Nordeste tiveram que ser substituídas. No Sul, 18 urnas foram trocadas, no Norte, 9 urnas, no Sudeste cinco e no Centro-Oeste apenas duas.No exterior nenhuma urna apresentou problema. Até agora, a votação está sendo toda eletrônica e em nenhum lugar foi necessário usar a votação manual com cédula de papel.Em função do fuso horário, a Austrália foi o primeiro país onde se iniciou e encerrou a votação no exterior. Mesmo fora do Brasil, o horário de votação foi iniciado às 8 horas e termina às 17 horas no horário local.Às 11 horas, o diretor-geral do TSE, Athayde Fontoura Filho, e o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, darão entrevista coletiva.O TSE divulgará durante todo o dia de hoje boletins de hora em hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.