Apenas 62,3% dos candidatos entregam prestação de contas

O número de candidatos nas eleições deste ano em São Paulo chegou a 2.912 candidatos, entre governador, senador e deputados (estadual e federal). Desse total, apenas 62,3% (1.814) havia entregue a prestação de contas conforme registrava o sistema do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Ficaram faltando, portanto, 37,7%. Dos 16 candidatos a governador, apenas cinco não haviam apresentado as contas finais de suas campanhas. Todos de partidos pequenos: Prona, PMN, PSC, PSDC e PCO. Do total de 19 candidatos ao Senado, 12 registravam a prestação de contas entregue antes das 19 horas. Até a última sexta-feira, o TRE-SP havia recebido apenas 15% do total de contas a serem prestadas. Prevendo o atraso, o tribunal paulista até fez um apelo aos candidatos e comitês financeiros. No dia 23 de outubro solicitou a todos a entrega antecipada e sugeriu um cronograma específico aos partidos para a entrega da prestação de contas. A diplomação dos candidatos eleitos depende não só da prestação de contas como do julgamento e aprovação pelo TRE. No caso de São Paulo, foram eleitos 166 candidatos: 70 deputados federais, 94 estaduais, um senador e o governador do Estado. Uma equipe de 25 analistas deve avaliar e dar parecer sobre as contas a tempo de serem julgadas pelo tribunal. A diplomação está prevista para o dia 19 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.