Apenas um terminal de ônibus continua fechado em SP

O terminal de ônibus de Santana, na zona norte, continua fechado por causa do protesto realizado por motoristas e cobradores que começou às 9h30 e deveria terminar totalmente às 13 horas. A manifestação atingiu nove terminais na cidade - alguns integrados ao metrô -, e provocou a paralisação total de dezenas de coletivos. Em Santana, o movimento persiste porque durante o protesto dois manifestantes foram detidos pela polícia após se envolverem num tumulto.Eles foram levados para o 9º Distrito Policial onde permanecerão por mais algumas horas. Enquanto isso, os motoristas dizem que só voltaram a circular com os ônibus na região após a liberação dos colegas detidos.Segundo a SPTrans, empresa que gerencia os ônibus na cidade, durante o protesto 275 linhas foram afetadas e 170 mil passageiros deixaram de ser transportados entre 9 horas e 13 horas. A SPTrans registrou um caso de depredação de veículo que ocorreu no Terminal João Dias onde um passageiro, enfurecido com a paralisação, teria quebrado o vidro de uma janela de um ônibus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.