Apesar de céticos, opositores elogiam gesto de Dilma

Líderes da oposição receberam com ceticismo os acenos feitos por Dilma Rousseff em seu discurso de posse, anteontem. Apesar disso, apontaram ter havido um avanço em relação à postura do ex-presidente Lula.

, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2011 | 00h00

"É sempre essa mesmice no Brasil: quem ganha sinaliza para a oposição, e a oposição diz que será responsável", afirmou o deputado Arnaldo Madeira (PSDB-SP). Roberto Freire, do (PPS-SP), foi na mesma linha: "Começo de governo é assim. Fazem-se acenos à oposição. O antecessor de Dilma era um desrespeitador da oposição. Espero que ela não siga essa prática".

Cotado para presidir o DEM, o senador Agripino Maia (RN) disse estar aberto às negociações com o governo em torno de reformas. "Foi um bom começo. Não é o diálogo com beltrano ou sicrano. E sim com as teses da oposição. Nós temos demandas, as reformas tributária e trabalhista, por exemplo. Esperamos um bom debate e o respeito às opiniões", afirmou ele.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.