Apoio a Alckmin é apoio à continuidade do governo FHC, diz Tarso

O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse nesta quarta-feira que o apoio do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, ao candidato tucano à presidência da República, Geraldo Alckmin, é o apoio a um projeto de continuidade do governo Fernando Henrique Cardoso, com arrocho salarial, privatizações e acobertamento da corrupção.Ao deixar, na tarde desta quarta-feira, o almoço de ministros na residência de Hélio Costa, das Comunicações, Genro disse que cabe ao candidato tucano aceitar ou não esse apoio. "O apoio do Garotinho ao Alckmin é um apoio que se dá não a partir de uma visão que podemos ter do Garotinho enquanto cidadão, ou político que cometeu ou não irregularidades na sua vida pública", afirmou. "Mas sim o apoio que ele dá a um determinado projeto. O projeto que o Alckmin representa, de continuidade do governo Fernando Henrique, com uma visão de arrocho salarial, privatização para pagar a dívida pública, aumento dessa dívida e acobertamento da corrupção", afirmou o ministro. Para Genro é natural que as pessoas no processo democrático, que têm seus direitos políticos em vigência, façam uma determinada opção. "É um direito achar que é um bom projeto (de governo de Alckmin). Boa sorte", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.