Após 11 horas, americanos são resgatados na Tijuca

Três turistas americanos que passaram a noite perdidos na Floresta da Tijuca, no Rio, foram resgatados às 7h30 de ontem por dez bombeiros do Grupamento Florestal, com muitas picadas de mosquitos e escoriações leves. O grupo foi localizado em uma pedra, perto de uma cachoeira, após 11 horas de buscas. Eles estavam na cidade para passar o carnaval, e na manhã de quarta-feira fizeram sozinhos o passeio até o Pico da Tijuca, no Parque Nacional da Tijuca. Na volta, pegaram uma trilha errada, de mata fechada, sem sinalização. Somente à noite eles perceberam que estavam perdidos. Do celular, telefonaram para o Consulado dos EUA, que acionou os bombeiros. Como o sinal era fraco, apenas à 1 hora houve o primeiro contato com a equipe de resgate. Choveu, e o grupo passou fome e frio. Na equipe de resgate havia um montanheiro, que rastreou as pegadas do grupo. "Eles andaram 20 quilômetros. Sem as pegadas, seria difícil", disse o tenente-coronel Wanius de Amorim. "Sem o celular não sei se estaríamos aqui", disse o californiano Joseph Hougan, de 28 anos. Eles usaram a luz da tela para iluminar a trilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.