Após 30 anos, Febem vai mudar de nome

Após 30 anos, a Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) vai mudar de nome em breve. O governador Cláudio Lembo (PFL) afirmou nesta sexta-feira, 28, que prefere a sugestão Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa). "Me agrada a idéia da Casa de calor humano, e não daquela Febem amarga." Segundo Lembo, "a Febem não foi feliz neste últimos anos."O projeto de lei com a proposta de rebatizar a Febem deve ser enviado à Assembléia Legislativa até o fim do mês que vem. Além da preferência do governador, a opção Fundação Casa é a segunda mais votada em uma enquete entre os funcionários da entidade para a escolha do novo nome. Até esta sexta-feira, porém, perdia por dois votos para a sugestão Fundação Estadual de Execução de Medidas Socioeducativas de São Paulo. Mesmo que seja derrotada na pesquisa interna, Fundação Casa dificilmente deixará de ser o novo nome da Febem, disseram assessores da instituição. Até porque a sigla Casa já é utilizada nas novas unidades construídas pela entidade, sob um modelo de abrigar menos internos e deixá-los mais perto de suas famílias. Já foram concluídas seis Casas desde abril, com capacidade para abrigar 56 adolescentes (40 em regime de internação e 16 em internação provisória).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.