Após 4 tentativas e chuva forte, voo da Gol aterrissa no Recife

Forte chuva complicou o pouso; voo foi levado a Maceió e retomado após protesto de passageiros

Angela Lacerda, O Estado de S. Paulo,

06 Julho 2009 | 16h50

O voo 1348 da Gol que faz o trajeto Rio-Recife, com previsão de chegada na capital pernambucana à 00h25, só pousou perto das sete horas desta segunda-feira, 6, depois de quatro tentativas de aterrissagem.

 

O Boeing 737-800 fez duas tentativas de aterrissagem e arremeteu duas vezes na primeira vez que tentou descer. O piloto informou aos cerca de 170 passageiros do mau tempo e levou o avião para Maceió à espera de melhores condições climáticas. Voou para o Recife uma segunda vez e novamente arremeteu, retornando a Maceió. Na terceira vez, conseguiu descer no Aeroporto Internacional dos Guararapes.

 

Enquanto os passageiros aguardavam em Maceió, depois da segunda descida na capital alagoana, a empresa chegou a anunciar o cancelamento do voo, disponibilizando ônibus. Diante das reclamações, trocou a tripulação e, desta vez, concluiu o trajeto. Uma parte dos passageiros preferiu fazer o trecho Maceió-Recife de ônibus.

 

No período entre meia noite e 7 horas desta segunda, foram registrados 15 pousos de outras aeronaves no mesmo aeroporto, de acordo com a Infraero. Em nota, a Gol informou que a alteração do trajeto se deveu ao mau tempo. Lamentou o desconforto dos passageiros, reiterando que "ações como essa visam a garantir a segurança operacional, item prioritário de sua política de gestão".

 

Segundo o Instituto de Meteorologia, choveu 121 milímetros nesta segunda no Recife, o que representa 36% da previsão das chuvas de todo o mês de julho (189 milímetros). Várias barreiras deslizaram na área de morros da região metropolitana, sem que ninguém ficasse ferido.

Mais conteúdo sobre:
atraso em voo voo da gol mau tempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.