Após chuva no fim de semana, 73 pessoas ficam desalojadas no Paraná

Temporal causou a morte de um homem e, só ontem, provocou quedas de árvores e alagamentos em Curitiba

Solange Spigliatti, Central de Notícias

01 de fevereiro de 2011 | 11h52

SÃO PAULO - Pelo menos 73 pessoas ficaram desalojadas por conta das fortes chuvas que atingiram o Paraná neste fim de semana. Uma pessoa morreu. Segundo relatório da Defesa Civil Estadual, seis cidades foram atingidas pelos temporais, afetando 220 moradores. As cidades afetadas são Curitiba, Campina Grande do Sul, Fazenda Rio Grande, Ponta Grossa, Medianeira e Quatro Barras. Cerca de 44 casas foram danificadas.

 

Um homem, de aproximadamente 60 anos, morreu em Curitiba, no bairro de Sítio Cercado. Ele foi levado pela correnteza no rio Ribeirão do Padilha durante alagamento no sábado. As chuvas que atingiram a capital paranaense no fim da tarde de ontem provocou vários alagamentos e estragos, principalmente nos bairros da região sul, como Pinheirinho, Boqueirão e Portão, segundo a Defesa Civil municipal.

 

De acordo com a entidade, a maioria das ocorrências devido ao temporal foi queda de árvores, principalmente em Portão, Água Verde, Batel, Rebouças e Cajuru. Quinze equipes de poda da Secretaria Municipal do Meio Ambiente estavam nas ruas de Curitiba, nesta manhã, trabalhando na limpeza de galhos de árvores e o serviço vai seguir durante todo o dia.

 

A intensa chuva também provocou quatro pontos de alagamentos na região da Avenida Presidente Getúlio Vargas e da Rua Ângelo Sampaio e o trânsito na região só foi totalmente liberado nesta manhã. No cruzamento da Getúlio Vargas com a Ângelo Sampaio o trânsito voltou ao normal às 9h30.

 

De acordo com informações do Simepar, durante o período crítico da tempestade - por volta das 18h - os ventos chegaram a atingir a velocidade de 58 km/h. A média de velocidade dos ventos em janeiro foi de 8,5 km/h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.