Após domingo de caos, vôos argentinos continuam atrasando

A confusão nos aeroportos argentinos diminuiu bastante; vôo com destino a SP saiu atrasado de Buenos Aires

Gustavo Miranda e Elvis Pereira, estadao.com.br

28 de julho de 2008 | 09h51

A confusão nos aeroportos argentinos diminuiu consideravelmente nesta segunda-feira, 28, após muita confusão no final de semana, principalmente com passageiros da Aerolíneas Argentinas. Mesmo assim, os vôos que seguem tanto do Brasil para a Argentina, quanto de lá para cá, ainda estão saindo com atraso de pelo menos uma hora. Aerolíneas vende passagens a mais e prejudica centenas de brasileiros Segundo a Aeropuertos Argentina 2000, empresa que administra os aeroportos argentinos, o primeiro vôo da companhia com destino a São Paulo decolou com uma hora de atraso, às 7h30 desta segunda-feira. Todos os outros vôos da empresa com destino ao Brasil estão previstos para o horário. A exceção fica por conta do vôo 1252, com destino ao Rio de Janeiro, que tem previsão de atraso de até duas horas. A empresa é acusada pelo governo de ter vendido mais passagens do que poderia, de fato, operar. A situação também é ruim para os passageiros que pretendem fazer viagens nacionais. Ainda segundo a Aeropuertos Argentina 2000, pelo menos dez vôos estão atrasados no Aeroparque, aeroporto de Buenos Aires responsável pelos vôos domésticos. As complicações se devem, principalmente, à sobrevenda de passagens e à falta de aviões. Os passageiros estão se aglomerando em salas de espera do aeroporto que atende às demandas nacionais. Há vôos que deveriam ter saído na noite de domingo, mas foram reprogramadas para a manhã desta segunda. Enquanto não se finaliza um projeto oficial para que o parlamento argentino defina o futuro da Aerolíneas Argentinas, a companhia aérea, fora do controle estatal, quebrou neste final de semana uma marca nada favorável: nenhum dos 33 vôos internacionais que a companhia havia programado saiu no horário programado do Aeroporto Internacional de Ezeiza, em Buenos Aires. A maioria partiu com atrasos de até 23 horas. Centenas de brasileiros que estavam no país enfrentaram problemas - alguns esperaram até 27 horas para retornar ao Brasil. Movimento no Brasil Os aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, no Rio, funcionam normalmente nesta segunda.Cumbica deve receber três vôos provenientes de Buenos Aires, na Argentina. O primeiro, da companhia Aerolíneas Argentinas, estava previsto para as 9h35, mas deverá chegar às 9h47. Os demais, um da TAM e outro da Varig, estão dentro dos horários programados inicialmente, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero).  No Jobim, o único avião vindo da Argentina, da TAM, pousou dentro do horário previsto, às 9h20, de acordo com a estatal. O próximo, da Varig, está previsto para as 9h50. Nesta segunda, três vôos da Aerolíneas estão programados para o aeroporto do Rio, sendo o primeiro às 14h10. No fim de semana, turistas enfrentaram dificuldades para retornar ao Brasil em razão de problemas em aeroportos da Argentina. Diversos vôos sofreram atrasos, sobretudo os da Aerolíneas. Suspeita-se que a companhia tenha vendido passagens além da capacidade dos vôos.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãocaos aéreoArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.